Dicas de como fazer um bom MVP

novembro 27, 2020 ProPartners No comments exist

Lançar novos produtos no mercado não é uma tarefa fácil, sempre existe uma grande incerteza quanto a aceitação no mercado. Por causa dessa inseguridade, foi criado o MVP (Minimum Viable Product ou Produto Mínimo Viável).

Com o objetivo de validar ideias antes de obter um produto final, o MVP, busca entregar um protótipo, tendo como objetivo conseguir informações sobre a aceitação no lançamento de um produto no mercado.

É importante que esse protótipo entregue o mesmo valor que o seu produto final. Em outras palavras, se sua ideia é criar um produto que faz uma pessoa sair de um ponto A para o ponto B, o seu MVP deve ser capaz de fazer isso (mesmo que de maneira mais simples).

Mas nem sempre isso é uma tarefa fácil. Por isso separamos nesse artigo 5 dicas para fazer um bom MVP:

1. Tenha uma boa equipe

Ter uma visão e controle global sobre o que você pretende lançar é muito importante. Por esta razão, sua equipe deve ter bons conhecimentos acerca do produto e da experiência do usuário, além dos recursos financeiros disponíveis, para promover ampla compreensão sobre a viabilidade desta ideia.

Vale ressaltar ainda, que é imprescindível que o time esteja sempre atento aos feedbacks fornecidos pelos usuários, analisando parâmetros e indicadores que possam ser trabalhados para alcançar uma maior satisfação do usuário.

2. Descubra a dor do cliente

É necessário encontrar a dor do cliente para que o seu MVP consiga atender às expectativas dele. Nesse sentido, recomenda-se fazer uma pesquisa de mercado no qual indicará como é o comportamento do consumidor. Com os resultados, deve-se pontuar quais as dores dos clientes serão solucionadas pelo seu produto. Um bom método de decidir quais serão as soluções mais impactantes é usar o Diagrama de Pareto ou uma matriz de Força X Impacto.

3. Receba feedbacks constantes

Esteja sempre aberto às críticas do seu produto. Receber feedbacks constantemente é de extrema importância para um bom MVP, pois a partir deles é possível identificar os principais pontos de melhorias e fazer as correções necessárias.

Absorver estas opiniões também são importantes para entender o funcionamento do seu MVP, como ele está se desenvolvendo e progredindo no mercado.

4. Capte os primeiros usuários

Para entrar em contato com os seus primeiros clientes é necessário meios de comunicação que possam atraí-los para o seu Produto Mínimo Viável. Um bom exemplo desses canais são as Landing Pages.

Esses canais serão usados para apresentar seu protótipo pela primeira vez ao mercado, seus primeiros clientes serão usados como “cobaias”, demonstrando como o seu público alvo se relaciona com as soluções prometidas às dores identificadas.

5. Monitore o desempenho

Por fim, é preciso monitorar o desempenho do seu MVP. Para isso, tenha um objetivo claro, com indicadores que possam analisar o desempenho e a meta a ser atingida.

Nesse sentido, o seu protótipo deve oferecer 4 respostas referentes à sua ideia inicial:

  • Resolver a dor do usuário;
  • Mostrar o que falta para resolver a dor do usuário;
  • Revelar um uso mais promissor que o inicial;
  • Mostra se o seu produto/serviço é irrelevante para o usuário e o porquê.

Com essas dicas, você será capaz de fazer um bom MVP e seu produto/serviço terá uma chance muito maior de obter sucesso. Porém, se mesmo com essas dicas você estiver tendo dificuldades, entre em contato com a ProPartners para um projeto. Temos uma equipe capacitada para te ajudar no seu MVP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *