Como identificar um gargalo na sua empresa

outubro 20, 2020 ProPartners No comments exist

O que é um gargalo?

Para qualquer empresa ter um processo gargalo é um limitante que pode gerar um grande prejuízo. Mas o que é um gargalo? O gargalo pode ser qualquer fase de um processo produtivo que limita o desempenho da produção, dificultando o seu escoamento. É o momento que possui menos capacidade produtiva e por isso impossibilita a empresa em atender plenamente sua demanda.

Se você quer descobrir se a produção da sua empresa possui gargalos e quer descobrir como solucioná-los confira a seguir alguns tópicos que te ajudarão nesta busca:

Passo 1: Avalie as entradas e saídas da produção

Avalie se a quantidade de insumos que entra gera a quantidade de produtos acabados que deveriam sair ao término da produção. Caso isso não seja verdade, provavelmente, sua linha de produção possui um gargalo.

A equipe de gestão de processos de uma fábrica é quem deve ser responsável por fazer esse acompanhamento de forma constante. Caso a linha de produção seja muito grande, deve-se aplicar esse monitoramento nos 20% que mais agregam valor à empresa.

 

Passo 2: Faça o Mapeamento do Fluxo de Valor

Como pode ser observado até agora, para se encontrar um gargalo é necessário ter um bom conhecimento dos processos de produção e a partir do momento que é identificado a existência de gargalos, é necessário encontrar qual etapa é responsável por ele.

Para que isso seja possível deve ser realizado o Mapeamento do Fluxo de Valor, que consiste na construção de um mapa do chão de fábrica, tornando possível um conhecimento mais afundo de cada processo do fluxo de produção de um produto. Ele é feito com base em fluxogramas bem visuais e pode ser implementado em qualquer setor da empresa. Com base nele será possível identificar quais etapas geram mais estoques intermediários e que possuem uma menor capacidade produtiva em comparação com as demais, sendo essa o gargalo a ser encontrado.

 

Passo 3: Busque a causa do problema

A partir do resultado encontrado pelo Mapeamento de Fluxo de Valor, é necessário passar para o próximo passo, que seria buscar a causa desse problema. Entender o porquê desta etapa da produção ser um gargalo.

Nesse momento se deve destrinchar todo esse processo para buscar a causa desse gargalo, para isso é importante discutir com quem está no dia a dia dessa operação para compreender melhor os possíveis problemas. As causas mais comuns são mão de obra desqualificada, maquinário ou insumos inadequados.

 

Plano de ação

Agora que já foi encontrado exatamente as causas da existência do gargalo, é hora de traçar um plano de ação a fim de solucioná-lo. Devem ser traçados objetivos claros e designar uma equipe focada nesse resultado.

Para auxiliar nesse planejamento das melhorias a serem implementadas, existem algumas ferramentas que podem ser utilizadas: o 5W2H e o ciclo PDCA.

O 5W2H consiste em sete perguntas que auxiliam na denominação das atividades a serem realizadas sendo elas:

  • What? (O quê?)
  • Where? (Onde?)
  • When? (Quando?)
  • Who? (Quem?)
  • Why? (Por quê?)
  • How? (Como?)
  • How much? (Quanto custa?)

Já o ciclo PDCA é uma ferramenta de melhoria contínua e que pode ser aplicado em uma situação como essa, sendo composta pelas seguintes fases:

  • P – Plan (Planejar)
  • D – Do (Agir)
  • C – Check (Verificar)
  • A – Act (Agir)
 

Indicadores

Como já diziam Robert Kaplan e David Norton “O que não é medido não é gerenciado”. Portanto, para garantir que o gargalo foi solucionado e para identificar novos, podendo manter assim uma melhoria constante do fluxo de valor, é necessário fazer o uso de indicadores-chave de desempenho, os KPIs. Dessa forma, a equipe de gestão de processos conseguirá ter um melhor acompanhamento da produção, encontrando mais rapidamente novos pontos de melhoria e otimizando cada vez mais os processos.

Uma consultoria pode auxiliar a identificação desses gargalos com maior eficiência, a ProPartners costuma utilizar estes indicadores e métodos para solucionar os gargalos da produção .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *